im.venda_site

A editora e as livrarias

11 de julho de 2017

A Ouro sobre Azul terminou o ano de 2016 devendo uma satisfação aos amigos e leitores do blog De tudo um pouco: ficamos de voltar à publicação dos textos semanais em torno do mês de março e isso acabou não acontecendo.
Foram duas as causas.
A primeira decorreu do envolvimento mais intenso com Dona Josefa, o novo romance, que está ocupando todo e qualquer tempo livre de que eu possa dispor, na tentativa de terminá-lo ainda este ano quando, aí sim, De tudo um pouco será retomado na frequência habitual.
A segunda causa vem das dificuldades do país – paralisado em tantos campos, como o da edição e venda de livros –, vítima de um desacerto ético que parece não ter limite nem fim. Sobreviver a essa situação passa a ser o grande desafio no plano emocional e no plano dos aspectos práticos que definem o cotidiano de todos nós.
Nesse quadro a Ouro sobre Azul tenta se manter de pé, buscando medidas que possam leva-la a contornar uma situação difícil.
Uma dessas medidas está sendo vencer a dependência das livrarias como meio para que os livros cheguem ao leitor. Nessa linha, lembramos nossa condição de distribuidores, adotada desde o princípio de uma atividade editorial que já alcança mais de 14 anos. Esse foi sempre um dado fundamental da forma de atuar da empresa, assegurando o controle da operação e a autonomia tanto da porta para dentro, no âmbito editorial, quanto da porta para fora, na relação com o mercado.
Nesse rumo, definimos como objetivo de ação a qualidade, reafirmando a postura independente que marca as escolhas dos títulos, dos autores e o aspecto gráfico das edições Ouro sobre Azul, bem como as estratégias de penetração e permanência no mercado, vindas de convicções próprias que não se afinam com as tendências dominantes.
Sendo assim, há tempos estamos tentando simplificar as relações comerciais com nossos leitores, oferecendo a eles o canal da compra direta, descrito no site www.ourosobreazul.com.br, na área da tela que expõe a atividade editorial da empresa.  Como algumas grandes cadeias internacionais que se fizeram basicamente a partir de iniciativa idêntica – o contato direto com o comprador –, nossa editora possui os recursos  necessários para atender aos leitores usando a mesma estratégia, os mesmos canais para remessa dos produtos e a mesma política de preços segundo a qual o envio não sobrecarrega o custo final.
Portanto, se a livraria, no momento, não está atendendo da forma eficiente como sempre fez, dificultando, até, o acesso do leitor aos livros que procura e de que precisa, estamos a postos, preparados para fazer chegar a ele qualquer de nossos títulos em catálogo, de maneira eficiente, sem custos injustificados.
Aproveitamos para comunicar estarmos em processo de definição de uma parceria com a Editora da Universidade de São Paulo, a EDUSP, com a qual acertamos a realização, da co-edição de – Conversa cortada –, correspondência inédita em nosso país, mantida de 1960 a 1983 entre Antonio Candido e o crítico uruguaio Angel Rama; a 12a. edição de Os parceiros do Rio Bonito, também de Antonio Candido, e a 5a. edição de Desclassificados do ouro, um clássico entre os estudos históricos sobre o século XVIII em Minas Gerais, de Laura de Mello e Souza, já devidamente trabalhados em todas as etapas editoriais e prontos para a impressão.
Terminamos comunicando, ainda, que, no mesmo estágio está Na sala de aula, de Antonio Candido, livro composto por seis ensaios críticos de poemas – cada um dirigido a um perío­do literário específico, da arcádia mineira ao modernismo – título único no Brasil em seu gênero, bons anos fora do mercado por razões alheias à vontade do autor. Que demonstrou grande alegria quando informado, pela Ouro sobre Azul, de que os problemas impedindo a volta à circulação do livro haviam sido resolvidos depois de longo entendimento com os herdeiros de um dos poetas analisados.
Me despeço agradecendo a todos pelo interesse com que acompanham nossos lançamentos e pela fidelidade com que acolheram nosso blog, durante o correr de 2016.
Até breve e os melhores votos para esse segundo semestre que se inicia / Ana Luisa Escorel


COMENTÁRIOS

  • Resistir é uma qualidade valiosa. E persistir com a qualidade que caracteriza seu trabalho, é uma inspiração. Beijos

  • ” A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem” . Já dizia G.Rosa.
    Admiro a sua bravura! E vamos em frente! Parabéns pelos 14 anos. Boa essa ideia de parceria com a Eduff. Bjs

  • Ana Luisa, que boa notícia essa do novo romance e de outros livros que estão sendo preparados pela Ouro sobre Azul. É bom saber que a editora segue adiante. Espero que você tenha recebido minha mensagem de condolências quando do falecimento de seu pai. Que grande perda! Um beijo e o afeto da

    Heloisa

  • ANA,primeiro e embora tardio, quero aqui lhe enviar os meus sentimentos pelo falecimento do seu pai em maio passado. Parabéns pela iniciativa e pelo retorno,desejo sucesso.bjs

  • Alvíssaras pelas novidades! E que herdeiros de tesouros imateriais percebam que eles são do mundo cultural, não de uma conta bancária.

  • Que bons ventos soprem do seu lado, Ana, nesse período tenebroso em que vivemos. Desanimar e desisitir é dar armas ao inimigo. E que alegria saber dessas reedições de Antonio Candido! O Brasil inteligente e construtivo, não pode se render nunca. Beijos e sucesso!

  • Fico daqui torcendo para ver todos estes titulos editados Interessa-me particularmente a 5a edicao do Desclassificados do Ouro. Parabens pela persistensia Ana Luiza Escorel.

  • Ouro sobre Azul vai vencer a adversidade. Fico daqui torcendo para ver todos estes titulos editados Interessa-me particularmente a 5a edicao do Desclassificados do Ouro. Parabens pela persistensia Ana Luiza Escorel.

  • Em meio a tantas mazelas, é alentador testemunhar iniciativas como esta. Todos temos um compromisso com a cultura. Vivam os livros, viva a Ouro sobre Azul!

  • Fico muito feliz com as notícias e aguardando os próximos lançamentos, especialmente o de Angel Rama; os demais, eu os tenho em edições anteriores. Sucesso e tudo de bom para você, sempre.

  • Muito bom ver a Ouro sobre Azul driblando, com a competência de sempre, tempos tão soturnos! Que esses e outros projetos venham logo nos trazer algum alento.

  • Gostei muito de suas reflexões sobre as dificuldades de fazer os livros chegarem aos leitores via livrarias. O caminho da Ouro sobre Azul para tentar superá-las é similar ao da Eduff.

  • Ana Luisa, parabéns pelos 14 anos de existência! É uma resistência sobreviver como editora independente, com toda a qualidade que vocês vem mantendo. Torço muito para que continue dando certo, essa parceria deve ajudar. Boa sorte!

  • Desejo que esses projetos se confirmem em vista da importância e do significado desses estudos para a inteligência nacional.

  • Aguardamos pacientemente a soluçao para o grande problema. Pena que cada um nao se ocupe e resolva o que lhe compete. Grande abraço.


Comente

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Ouro sobre Azul | contato@ourosobreazul.com.br | T [55] 21 2286 4874
Rua Benjamim Batista, 153/102 | 22461-120 | Jardim Botânico | Rio de Janeiro - RJ


© Ouro sobre Azul. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Ouro sobre Azul Design