<< voltar
Traços
TRAÇOS
Da obra de Laura de Mello e Souza
Ana Paula Torres Megiani e Rodrigo Bentes Monteiro

13x21 cm | Brochura | 356 páginas | 2021 | Rio de Janeiro | ISBN 978 65 995518 0 2 | Pólen bold 80g
R$ 72,00

Pague com PagSeguro - é rápido, grátis e seguro!

Traços reúne artigos de vários historiadores que se debruçaram sobre a obra de Laura de Mello e Souza, rememorando a época em que eram orientandos e tinham debates com ela que na época lecionava na Universidade de São Paulo. Agora, esses historiadores nos proporcionam o frescor e a atualidade da revisitação aos temas. Os textos aqui publicados buscam de alguma forma “situar” a obra lauriana em termos historiográficos e, a partir dela, desenvolver novos percursos. Os autores deste livro seguem o compasso à luz dos traços deixados por Laura de Mello e Souza, sem nunca perder de vista o que aprenderam e praticam como ofício: reflexão que tem como bases as fontes e o respeito à liberdade interpretativa em busca da erudição e da boa escrita.  Os organizadores

Laura de Mello e Souza pertence a uma geração pioneira na pesquisa histórica brasileira, tendo desbravado arquivos no Brasil e fora dele. Formada na historiografia de abordagem social, foi responsável por introduzir no país a historiografia italiana dos anos 1980 e mantém contato permanente com as produções lusitana e norte-americana – fundamentais para a história da cultura na América portuguesa. As relações entre mentalidade, religiosidade e representações encontram em seus trabalhos um diálogo profundo somadas à intensa e rigorosa pesquisa documental, aprimorada por investigações sobre os caminhos da composição de uma obra. Os interesses de Laura pela história política e pela cultura escrita abriram perspectivas sobre impressos e manuscritos no império português.
Com estilo próprio, linguagem despojada e elegante, Laura escreve histórias com personagens de carne e osso: vadios, calunduzeiras, freiras, inquisidores, governantes e letrados. Escrever, para ela, é como tecer o cotidiano. Mas a historiadora não narra livremente enredos e fatos. Consciente das versões produzidas por vários agentes e intérpretes, Laura gesta suas análises pautadas em fontes e documentos, com descrições atrativas, abordagens inovadoras e títulos com termos contrastantes. Seu método baseia-se em tentativas de compreensão de sociedades situadas na Época Moderna e no apreço pelos documentos.

IMPRENSA

ÍNDICE

Maria Fernanda Bicalho
Prefácio

Ana Paula Torres Megiani e Rodrigo Bentes Monteiro
Introdução

I Ronaldo Vainfas
Entre a história global e a antropologia histórica
Ana Paula Torres Megiani
Circulação de ideias e saberes: sobre a estética
do Renascimento ibérico 2
Rubens Leonardo Panegassi
Nas fímbrias do mundo: o olhar antropológico
do humanismo português

II Leila Mezan Algranti
De um lado e do outro do Mar Oceânico
Georgina Silva dos Santos
Bruxas e freiras nas malhas da Inquisição portuguesa
Maria Aparecida de Menezes Borrego
Pousos, feitorias e varadouros na configuração
territorial da América portuguesa

III Júnia Ferreira Furtado
Um livro de sombras longas
André Figueiredo Rodrigues
As Minas setecentistas laureadas: Desclassificados
do ouro em diálogo
Aldair Rodrigues
Aparatos eclesiásticos e redes de poder no império
português: São Paulo e Minas Gerais (1745-1800)

IV Luciano Figueiredo
A propósito de rebeliões
Marco Antonio Silveira
A tradição como pensamento crítico: historiografia e poder
Sérgio Alcides
Consciência dividida e cultura letrada no Brasil

V Iris Kantor
A escuta do passado: evidências, diálogos e distâncias
Rui Luis Rodrigues
A cavaleiro da Europa, da África e da América: aspectos
da obra lauriana na pesquisa historiográfica recente
Rodrigo Bentes Monteiro
Discurso historico, e político metamorfoseado